EXTRANET AMT WEBMAIL AMT AMTPMBM
NOTÍCIAS
Voltar
Próxima Anterior
SANTA FÉ - Moradores pedem reforço policial para diminuir crimes
Moradores da comunidade de Santa Fé , em Uberaba, têm sido vítimas de bandidos e cobram mais policiamento. Segundo a PM, de janeiro até metade de novembro foram sete furtos e três roubos em propriedades rurais na comunidade, que fica a 25 km de Uberaba.

Segundo Patrícia Lemos, presidente da associação de moradores, existem 156 famílias no local. A representante disse que sente falta de policiamento. Os assaltantes geralmente chegam a pé e em grupos de cerca de quatro pessoas. Eles vão à propriedade, rendem o pessoal e roubam os veículos que estão no local. Seria necessária ao menos uma visita da polícia, todos os dias, disse.

Um morador, que preferiu não ser identificado, conta que já pensou em se mudar da zona rural. A polícia só vem aqui quando tem alguma ocorrência, e eles ainda chegam tarde. Por causa da insegurança, eu e várias pessoas já manifestamos vontade de mudar, disse.

Outro morador, que foi feito refém durante um assalto na zona rural, disse que a sensação do medo demora passar. Na época, ficamos vários dias tensos, sem conseguir dormir à noite. Agora temos síndrome do pânico. Durante o dia fica tudo bem, mas ao sol se por já ficamos em estado de alerta, disse.

Policiamento
De acordo com Tenente Alberto Cintra, comandante da patrulha rural, a comunidade de Santa Fé recebe, pelo menos, duas rondas diárias, uma pela manhã e outra à noite. Ele informou ainda que o patrulhamento é ostensivo, pois a comunidade é uma das mais populosas da região e com grande número de ocorrência de furtos.
?
A primeira unidade rural de segurança pública de Minas Gerais foi inaugurada em Uberaba, em maio deste ano. Porém a sede não fica na zona rural e sim na cidade, há 25 quilômetros. A equipe de patrulhamento rural conta com um delegado, um escrivão, três investigadores e 15 policiais militares, para cuidar de uma área com mais cinco mil propriedades rurais. Se houvesse uma divisão, seriam mais de 300 fazendas para cada policial.

Segundo o delegado da Polícia Civil, Leonardo Cavalcantti, o efetivo é reduzido e atualmente o governador aprovou nova lei orgânica da Polícia Civil para aumentar os quadros de servidores e de investigadores. Estamos esperando que novos policiais cheguem o quanto antes para ajudar nas investigações, afirmou. O delegado esclareceu ainda que o atendimento na zona rural é feito na sede do Sindicato Rural, de segunda a sexta-feira, das 8h às 12h e das 14h às 18h. Telefones para contato 190 ou (34) 9960-2770 e 2771 ou 2772.



Fonte:g1.globo.com/minas-gerais/triangulo-mineiro

Você curtiu esta notícia?


LEIA TAMBÉM
Home Agenda Notícias Galeria Vídeos Associe-se Benefícios Legislação Diretoria Quem Somos Parceiros Contato

Rua Quintino Bocaiuva, 281 - Centro - Uberlandia/MG - CEP 38400-108 - Telefone (34) 3217-9399 - Celular (34) 9976-9399
Copyright © 2012 - AMT PM/BM Associacao de Policiais e Bombeiros Militares do Triangulo